Nosso Pacote de Intercâmbio

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Entenda as mudanças para as bagagens despachadas



*|FNAME|*, entenda as mudanças para as bagagens despachadas
Tudo o que você precisa saber sobre bagagem!
Ver no Navegador

 

O que você precisa saber sobre as novas regras de bagagem?

 

Olá Leandro,

Desde o dia 14 de Março, as novas regras da Anac passaram a valer, mas, somente no fim de junho, as companhias aéreas passaram a cobrar por bagagem despachada. E é claro que a gente te explica tudo :)

Consulte as novas regras da LATAM
Consulte as novas regras da GOL
Fique de olho:
As condições são estabelecidas pelas companhias aéreas e podem sofrer alterações a qualquer momento. Acompanhe nosso blog para não perder nenhuma novidade. 

Conte com a gente 24 horas 
Nosso atendimento via telefone é 24 horas. Se pintar alguma dúvida, ligue para 31 4020-2493.
trocar-alt Facebook Twitter Instagram Linkedin Youtube
A MaxMilhas respeita a sua privacidade e é contra o spam. Também não vende ou distribui seu cadastrado a terceiros, pois faz parte de nossa política de respeito ao usuário do site. Você optou por receber este e-mail, por isso esperamos que tenha apreciado os dados. Mas se mesmo assim não desejar mais receber e-mails da MaxMilhas, favor entrar em contato através do site, no formulário de contato, que iremos remover você de nossa lista.






This email was sent to lebiomedic@hotmail.com
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
MaxMilhas · Av. Cristiano Machado, 1648 · Belo Horizonte, Mg 31170-024 · Brazil

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Medicina sem vestibular em 2018

Avaliada entre as primeiras assessorias quando o assunto é Estudar em Rosario. Com elevada taxa de satisfação. A cinco anos no mercado uma assessoria de médio porte que se esforça por brindar o melhor serviço de assistência. Não deixe de conhecer está empresa , atendimento por whatsapp e e-mail.

Grupo exclusivo de informações de Estudos em Rosario : conheça está assessoria que atua a 5 anos em Rosario, onde o atendimento é o grande diferencial. Informações completas e reais sobre o que Rosario oferece. https://chat.whatsapp.com/1RClR5SPRolB1Jz36BX1KJ

Equipe de Estudos em Rosario
Leandro Vieira e Michele Garcia
Suporte Especializado a alunos no exterior.
www.estudosemrosario.com

domingo, 23 de abril de 2017

Revalida para médicos formados na Argentina - Rosario

Apresentamos a você as duas opções de revalalidação do curso de medicina. A primeira sendo o tradicional Revalida e a segunda o processo realizado por universidades específicas como a UFMT. 

Nossa equipe deixa algumas informações e sugere a leitura deste texto resumido e dos editais para aqueles que desconfiem das informações que asseguram o direito de médicos argentinos exercerem a profissão no brasil e serem aceitos independente de cargas horárias através de exames como o Revalida.

O que é o Revalida

O Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) foi criado para orientar o reconhecimento de diplomas de medicina emitidos por instituições de educação superior estrangeiras. Para atuar como médico no Brasil, o estudante formado no exterior precisa revalidar o diploma. O Revalida estabelece um processo apoiado em instrumentos unificados de avaliação e em um exame para revalidação dos diplomas estrangeiros compatíveis com as exigências de formação correspondentes às universidades brasileiras. Os parâmetros e critérios isonômicos devem estar em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina, para aferição de equivalência curricular e definição da correspondente aptidão para o exercício profissional da medicina no Brasil. O revalida é um avanço decorrente da ação articulada dos Ministérios da Educação e da Saúde, e foi instituído por meio da Portaria Interministerial nº 278, de 17/03/2011 , nos termos do art. 48, § 2º, da Lei nº 9394, de 1996. O exame é orientado pela Matriz de Correspondência Curricular para Fins de Revalidação de Diplomas de Médico Expedidos por Universidades Estrangeiras. Na matriz foram definidos os conteúdos e as competências e habilidades das cinco grandes áreas de exercício profissional: Cirurgia, Medicina de Família e Comunidade (MFC), Pediatria, Ginecologia-Obstetrícia e Clínica Médica. O exame também estabelece níveis de desempenho esperados para as habilidades específicas de cada área. O Revalida é implementado pelo Inep e conta com a colaboração da Subcomissão de Revalidação de Diplomas Médicos, também instituída pela Portaria nº 278. As universidades públicas participam da elaboração da metodologia de avaliação, da supervisão e da aplicação da prova. O exame é feito em duas etapas: avaliação escrita, composta por uma prova objetiva com questões de múltipla escolha, e uma prova do tipo discursiva. Numa segunda etapa, é realizada a avaliação de habilidades clínicas.

Inscrição

Para fazer a inscrição, os candidatos à revalidação do diploma devem obter o código de identificação e senha no sistema do exame. Além de ser brasileiro ou estrangeiro em situação legal no Brasil, o candidato também deve ter Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), aprovação no exame de Certificação de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras) e diploma médico autenticado por autoridade consular brasileira e expedido por instituição de educação superior estrangeira reconhecida no país de origem.

Setor de Indústrias Gráficas-SIG
Quadra 04 lote 327
Ed. Villa Lobos
Brasília - DF
CEP: 70610-908

Informações

0800 616161


Editais : http://inep.gov.br/provas-e-gabaritos2







Confira o edital para maiores dúvidas sobre revalidação na UFMT : http://www.ufmt.br/fcm/arquivos/f17679ef8f1f7dcf4072c6ebefb1fc0a.pdf

" (A inscrição na III Etapa ocorrerá no período de 27 de novembro a 01 de dezembro de 2017, no valor de R$ 449,90 (quatrocentos e quarenta e nove reais e noventa centavos).4.2  Poderão inscrever-se na III Etapa (Estudos Complementares) os candidatos que não obtiverem êxito na II Etapa )"





Resposta do MEC sobre consulta sobre diplomas expedidos por universidades argentinas onde a carga horária não é nenhum obstáculo para a Revalidação.




Equipe de Estudos em Rosario
Leandro Vieira e Michele Garcia 
Suporte Especializado a alunos no exterior. 
www.estudosemrosario.com

quinta-feira, 30 de março de 2017

Veja as dicas de quem passou estudando com cursinho online


Aposto que você sempre usa a internet pra estudar um pouquinho. Mesmo que ficar conectado possa ser um mar de tentações para quem precisa se concentrar, que atire a primeira pedra quem nunca jogou aquela equação impossível no Google, na esperança de que algum outro infeliz estudante já tenha feito a mesma pergunta que anda te consumindo. 

Enquanto o uso da internet cresceu 5% entre 2014 para 2015 (7% se considerarmos apenas as classes D e E), de acordo com a pesquisa TIC Domicílios, muita gente tem passado a usar a rede como canal principal para se preparar para o vestibular, em vez apenas como um auxiliar na hora de tirar as dúvidas mais urgentes. E se você acha que estudar com a sedução da nova guia te espreitando é impossível, a gente tem alguns aprovados que podem te provar o contrário. 

Alternativa

A estudante Thamiris Ferreira 

Os cursinhos online aparecem como uma alternativa de economia, não só de dinheiro como de tempo. "Enquanto eu estava no colégio, percebi que aquele modelo de estudo não era pra mim", lembra Louise Moreira, aprovada em Medicina na Universidade Federal de Alagoas (Ufal). "Eu chegava em casa e perdia muito tempo no deslocamento pela cidade". Thamiris Ferreira, que vai fazer Medicina na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), conta que aproveitava esse tempo extra ganhado ao estudar em casa não só para assistir mais algumas aulas, mas também para ler e colocar o sono em dia. Fernanda Dutra Rodrigues, que fará Processos Gerenciais na Universidade Federal Fluminense (UFF), concorda que a otimização do tempo foi o maior benefício de se estudar online. "Eu foquei nas questões que tinha mais dúvidas. Se estivesse fazendo um curso presencial, teria que assistir aulas de conteúdos que já dominava", ela explica.

Se você não pode tirar o ano exclusivamente para estudar, um cursinho online te abre a possibilidade de encaixar os estudos na sua rotina. Sidronio Lima da Silva Neto frequentou o colegial na Casa Familiar Rural de Cândido Abreu – PR, unindo o curso normal do ensino médio com o técnico em Agropecuária. Além disso, ele também ajudava os pais no sítio em que eles moram. "Eu resolvi fazer o curso online por causa do curto tempo que eu tinha para estudar". Ele assistiu às aulas na Geekie e foi aprovado em Agronomia na Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) e na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). "Não fiquei apenas assistindo às aulas do curso. Eu sempre acompanhava o livro didático da escola e o colégio também ajudou muito, principalmente com a redação".

Veja também

GUIA lança campanha #BoraPraFaculdade

A estudante Nathália Oliveira 

Flexibilidade

A flexibilidade é uma vantagem e tanto sobre estudar online, mas atenção: flexibilidade não significa falta de rotina. "Estudar em casa traz a comodidade de não precisar sair, de escolher qual sequência de matérias seguir. Sempre que eu percebia a necessidade, voltava em algum assunto, fazia modificações e ajustava os horários", conta Nathália Leonardo de Oliveira, ingressante na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) do curso de Química. "Mas exige muita disciplina". Louise conta que não determinou um horário fixo para seus estudo, mas organizava seu calendário com base no cronograma de vídeo-aulas e, nos intervalos, encaixava exercícios e revisões, de acordo com a dificuldade e a urgência. "A organização é essencial para não esquecer de fazer nada, nem deixar nenhuma matéria de lado", ela arremata.

E não é só porque você vai estar estudando em casa que você não precisa de momentos certos para cada atividade, ok? Principalmente o descanso. Pode ser fácil acabar deixando-o de lado na sede de conquistar a sua vaga, mas se você não tirar um tempinho pra si mesmo pode acabar uma vítima do esgotamento mental. "A folga semanal era fundamental", lembra Lucas Rodrigues Abreu, aprovado em Medicina na Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM). "Eu desligava a cabeça dos estudos e me recompensava por todo o esforço". Thamiris acrescenta: "Esse tempo de descanso foi essencial para eu não ter vontade de desistir e jogar o foco fora".

Quer mais uma dica primordial pra ser bem sucedido? Se cerque de pessoas queridas. "Foi essencial ter do meu lado pessoas que acreditaram no meu sonho e sabiam porque eu estava me esforçando tanto", Lucas diz, citando seus pais e sua namorada. E agradeça se elas não hesitarem em puxar a sua orelha se for necessário. "Foi a minha irmã quem mais me ajudou; ela pegava no meu pé sempre", explica Sidronio. "Ela não morava mais comigo, já estava na faculdade. Mas ficava me ligando pra me mandar estudar. Foi ela quem me ensinou a ser mais disciplinado".


Equipe de Estudos em Rosario
Leandro Vieira e Michele Garcia 
Suporte Especializado a alunos no exterior. 
www.estudosemrosario.com

Câmara rejeita PEC que autorizava a universidades públicas a cobrar por cursos de pós-graduação



BRASÍLIA - Em um sinal ruim para o governo, o plenário da Câmara dos Deputados rejeitou nesta quarta-feira, 29, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que permitia às universidades públicas cobrar pelos cursos de extensão e de pós-graduação lato sensu. Mesmo com a orientação favorável de todos os partidos governistas, a proposta foi derrotada por 304 a favor e 139 contrários. O mínimo necessário para aprovação de uma PEC são 308 votos.

A PEC teve oposição do PCdoB, PSOL e PMB. O texto – que excluía programas de residência e de formação de profissionais da área da educação - foi aprovado em primeiro turno em outubro de 2015, mas com a rejeição na votação de segundo turno, a PEC será arquivada.

O líder do PSOL na Câmara, Glauber Braga (RJ), argumentou durante a votação que a perspectiva de cobrança de mensalidade abriria espaço para privatização da educação. Segundo a oposição, dirigentes do Ministério da Educação não só apoiavam a proposta como deram sinalizações de que o governo pretende, no futuro, ampliar a privatização do ensino. "Se flexibiliza a pós-graduação agora, depois vão querer privatizar a graduação, o Ensino Médio e a Educação Básica", afirmou Braga.

"A quem interessa que a universidade federal cobre pelo curso de especialização? Não podemos aprovar isso", apelou o deputado Silvio Costa (PTdoB-PE) aos petistas, que liberaram a bancada para votar livremente.

Governistas sustentaram que a PEC não abrangeria cursos regulares, que a proposta permitiria novas formas de arrecadação de recursos para melhorar as instalações universitárias e que algumas instituições de ensino já cobram por alguns cursos. "Chega de mentira dessa turma que quer de alguma forma tentar convencer no grito e na marra. Vamos fazer o que precisa ser feito. Na prática as universidades já cobram pelos cursos de extensão universitária", rebateu o deputado Pauderney Avelino (DEM-AM).

Ao final da votação, parlamentares que se opuseram à medida comemoraram a rejeição da PEC. "Com certeza é uma derrota do governo por conta da declaração da secretária-executiva à favor da cobrança no ensino superior", disse Braga se referindo a Maria Helena Guimarães de Castro.

Alguns sugeriram que votação era uma prévia do que aconteceria na apreciação da Reforma da Previdência. Parlamentares lembraram que o projeto regulamentando a terceirização foi aprovado com poucos votos e que a reforma previdenciária exigirá no mínimo 308 votos. "Tenho certeza de que o governo não tem votos para aprovar a reforma da Previdência", comentou Braga.

Fonte : 
Equipe de Estudos em Rosario
Leandro Vieira e Michele Garcia 
Suporte Especializado a alunos no exterior. 
www.estudosemrosario.com

sexta-feira, 24 de março de 2017

Lula é apontado como chefe da ORCRIM por

O ex-presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, informou ao ministro Herman Benjamim que herdou um sistema de corrupção já existente entre o PT e a empreiteira, logo que assumiu o lugar de seu antecessor, o executivo Pedro Augusto Ribeiro Novis, que também participou dos acordos de delação do Grupo.

Novis assumiu o comando da empreiteira  em 2002, lugar de Emílio Odebrecht. O executivo permaneceu no cargo por seis anos depois, quando em 2008, passou o comando da empresa para Marcelo Odebrecht.

Foi Pedro Novis que conduziu os esquemas de corrupção durante os governos do ex-presidente Lula e era orientado por Emílio Odebrecht. Segundo Marcelo Odebrecht, Novis era o responsável pela interlocução da empreiteira com o PT de Lula  na época em que o ex-ministro Antonio Palocci era o responsável por administrar a conta corrente do PT no setor de propinas da empreiteira.

Notícia completa.


Quer estudar medicina de forma gratuita saiba mais . www.estudosemrosario.com



Equipe de Estudos em Rosario
Leandro Vieira e Michele Garcia 
Suporte Especializado a alunos no exterior. 
www.estudosemrosario.com

quinta-feira, 23 de março de 2017

España y Argentina reconocerán mutuamente los títulos académicos

Actualizado: 23/02/2017 19:08 horasEspaña y Argentina han firmado hoy un convenio de cooperación educativa para la movilidad de estudiantes y docentes y sendos acuerdos para el reconocimiento mutuo de títulos y certificados de estudios de primaria, secundaria y enseñanzas profesionales, así como de diplomas y grados universitarios.
Han sido rubricados por el ministro español de Educación, Cultura y Deportes, Íñigo Méndez de Vigo, y la titular de Relaciones Exteriores y Culto de Argentina, Susana Malcorra, que acompaña al presidente Mauricio Macri en su vista de Estado a España.
El convenio tiene como fin la cooperación entre organismos para promover contactos e intercambios académicos, la movilidad e inserción de los alumnos en las instituciones de educación infantil, primaria y secundaria, o denominaciones equivalentes, informa Educación en una nota.
Ambas partes asumen el compromiso de promover actividades educativas para fomentar la movilidad y la colaboración en educación superior, tanto de FP como universitaria.
Podrán incluir el desarrollo de titulaciones conjuntas, la movilidad de profesores, expertos y estudiantes, entre otras, a través de sus respectivas instituciones educativas.
También se fija el compromiso de intercambio de información sobre materiales formativos, innovación educativa y apoyo al profesorado, además de becas, acuerdos de colaboración mutua entre universidades y la cooperación en las organizaciones internacionales de carácter educativo.
Aparte, ambos países reconocerán los estudios completos de los niveles citados a través de sus correspondientes títulos o certificados oficialmente reconocidos.
En el caso de la educación no universitaria, se aplicará este principio siempre que dichos títulos y certificados tengan "equivalencia" en el nivel académico, contenidos y carga horaria establecidos como obligatorios en los diseños curriculares vigentes en el país que otorgue el reconocimiento.
En la universitaria, el reconocimiento de los títulos, diplomas y grados procederá sin exigencias de otros requisitos académicos, aunque con una serie de condiciones:
1.- Contarán con acreditación o verificación por las respectivas entidades u órganos nacionales: la Comisión Nacional de Evaluación y Acreditación Universitaria de Argentina (Coneau); y el Consejo de Universidades de España, previa evaluación de la Aenca o de las agencias autonómicas habilitadas por la normativa española.
2.- Las titulaciones guardarán equivalencia en cuanto al nivel académico, sus alcances, perfil profesional y competencias adquiridas, de acuerdo con los planes de enseñanza y normativa vigentes.
3.- Cuando la profesión ligada al título objeto de reconocimiento tenga implicaciones para la salud, las competencias profesionales acreditadas deberán encontrarse "debidamente actualizadas".
4.- Si el título no da acceso a profesión regulada, el reconocimiento se realizará exclusivamente respecto del nivel académico acreditado.
También se reconocerán los títulos oficiales españoles del catálogo anterior al Espacio Europeo de Educación Superior para los casos en que se haya establecido la correspondencia académica del Marco Español de Cualificaciones para la Enseñanza Superior (Meces).
Igualmente sucederá con los títulos universitarios argentinos de la "nómina restrictiva" del artículo 43 de la Ley de Educación Superior emitidos con anterioridad a la existencia de la Coneau y que cuenten con el reconocimiento oficial del Ministerio de Educación de Argentina.
Equipe de Estudos em Rosario
Leandro Vieira e Michele Garcia
Suporte Especializado a alunos no exterior.
www.estudosemrosario.com
Fonte : http://www.expansion.com/latinoamerica/2017/02/23/58af252746163f57088b4609.html

Equipe de Estudos em Rosario
Leandro Vieira e Michele Garcia
Suporte Especializado a alunos no exterior.
www.estudosemrosario.com

segunda-feira, 20 de março de 2017

Informações sobre medicina sem vestibular 2017 - 2018

Universidades a sua disposição 

  • UNR - Medicina - Pública 
  • UAI - Medicina - Particular 
  • IUNIR - Medicina - Particular 
  • Outros cursos 


Requisitos Básicos de documentos necessários :

  • Passaporte, Histórico escolar do ensino médio , Certificado de conclusão do ensino médio , Certidão de nascimento original. 


Vamos falar um pouco sobre a Universidade Pública da UNR


A universidade Nacional de Rosario é federal é totalmente gratuita em sistema de ensino PBL com 5711 horas . De acordo com o MEC brasileiro o curso se enquadra nos requisitos mínimos para a prova do Revalida aplicado  inúmeras universidade brasileiras. 


Como ingressar em Medicina ? Para entrar precisa fazer a inscrição por meio do site da universidade no período de novembro e prepara toda a documentação com nossa equipe que se ocupará de informar você e fazer a reserva de sua vaga. 


Para começar você não tem vestibular mas precisa fazer o MIU - Módulo de inclusão universitária com Início 01/12 a 20/12 para módulo 1 e 01/02 a 15/03 para módulos 2 e 3.


As aulas de medicina ocorrem entre 20/03 a 10/07 para o primeiro semestre e 20/07 a 20/12 para o segundo semestre. 


As Férias geralmente são entre 10/07 a 20/07


Provas parciais de múltipla escolha : 20/05 e  20/06 geralmente onde temos que aprovar em uma das duas com a média. 


As Provas orais: 10/09, 10/09, 10/11, 10/12 , 20/02 e 05/03 para aprovação do primeiro semestre. 


As avaliações parciais são clasificatorias com media 6,0. Devido à inúmeras provas orais o aluno pode ter muitas chances para entrar no segundo ano.


O segundo semestre basta estar aprovado nas parciais como regular para lhe habilitar a cursar o segundo ano.


São por este motivos que muitos escolhem rosario a outras universidades como a UBA. 


Uma particularidade do ritmo de estudo dos alunos é que devido à forma ensino e provas de fevereiro os alunos recuperam o tempo perdido durante as férias podendo estudar por 2 meses o conteúdo do ano anterior para entrar habilitado em todas as matérias no ano seguinte . Pode parecer confuso no início , mas garanto que nesta forma de ensino você vai ter menos férias mas um ótimo resultado nesta universidade.


Temos inúmeros recursos para ajudar você :

  1. dicas de estudo a distância com materiais para download
  2. dicas para aprendizado de espanhol a distância 
  3. temos grande experiência para auxiliar estudantes a encontrar a moradia que necessita e todo suporte que precisa para estudar na argentina .


Confira em nossa página facebook as inúmeras recomendações de nosso trabalho e seja um de nossos clientes.

Queremos atender você é tornar está etapa mais fácil para você .


https://m.facebook.com/estudosemrosariomedicina/


Perguntas frequentes :


Quando viajar a Rosario ? 

  • A partir de 01/11/2017

Quando devo comprar as passagens ?

  • a partir de julho de 2017

Quando devo começar a ver algum reserva de moradia sugerida pela assessoria ou em repúblicas ?

  • a partir de 01/10 se recomenda para não perder muito tempo 

Quando posso começar os cursos de espanhol ?

  • recomendamos que você faça cursos baratos em sua cidade ou até mesmo de forma online. Algumas pessoas compram livros de gramáticas e utilizam o YouTube para auxiliar.

Que materiais posso estudar de medicina para ter um primeiro ano exitoso ?

  • uma forma inteligente de se preparar é utilizando os materiais do primeiro ano que a nossa assessoria oferece com suporte e dicas de estudo. O aluno antecipa conteúdos e com isso aprende mais vocabulários e espanhol .

Cómo funciona o método PBL?

  • este método de ensino está sendo utilizado por universidades de todo o mundo é inclusive brasileiras . Neste método o aluno tem um programa de ensino baseado em casos problemas e dentro dos temas irá ver os assuntos básicos de medicina de uma forma interativa com tutores duas vezes na semana e seminários e laboratórios. O que muda é que a informação é os estudos precisam ser resgatados pelo aluno de forma ativa. A forma ativa se refere a uma postura investigativa, questionadora onde o aluno necessita estudar além do conteúdo dado em sala de aula, tutoria ou seminário . Sem estudar para uma tutoria o aluno ficará avaliado com insuficiente e sem condições para falar o conteúdo ou interagir com os demais . Em resumo isto é o PBL , diferente um pouco do ensino tradicional onde quem estuda pode obter excelentes resultados . A metodologia para provas finais são provas orais e para classificar o semestre duas provas parciais com os conteúdos cobrados em cada etapa. 

Como receber dinheiro vivendo em Rosario ?

  • devido aos inúmeros serviços de câmbio na cidade operados por brasileiros você pode receber no conforto de sua casa transferências feitas dentro do brasil utilizando o banco online no próprio celular . O valor das cotações de câmbio acompanham o mercado e são muito melhores que os bancos tradicionais . Brasileiros não sacam dinheiro por aqui pelos elevados custos de taxas e IOF que são aplicados . 


O que você está esperando ? Curtiu as nossas dicas Iniciais ? Nossa equipe tem muito mais a oferecer por você . 


Agradecemos o seu tempo e esperamos por você caso esteja disposto a encarar este desafio . Com nossa equipe estudar em Rosario será muito mais fácil .


Equipe de Estudos em Rosario

Leandro Vieira e Michele Garcia 

Suporte Especializado a alunos no exterior. 

WhatsApp exclusivo: +54 9 341 280-7731

www.estudosemrosario.com


Preencha o formulário (link) abaixo caso tenha interesse em contratar nossa equipe.


https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeonig9n0H1ddp3JxvSCtJ11ASJAiVcHbre3h8fs65FwrJ5lQ/viewform?c=0&w=1









Equipe de Estudos em Rosario
Leandro Vieira e Michele Garcia 
Suporte Especializado a alunos no exterior. 
www.estudosemrosario.com

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Nova regra facilita que diplomas de universidades estrangeiras valham no Brasil, diz MEC

Nova regra facilita que diplomas de universidades estrangeiras valham no Brasil, diz MEC

Brasileiros que fizerem graduação ou pós-graduação no exterior levarão menos tempo para validar diploma. Bolsistas do Ciência sem Fronteiras terão prioridade.

O Ministério da Educação (MEC) anunciou na terça-feira (13) que novas regras determinam que pedidos de revalidação de diplomas de graduação ou de reconhecimento de títulos de pós-graduação obtidos no exterior devem ser analisados por universidades brasileiras em até 180 dias. As novas regras de validação dos documentos, que buscam desburocratizar e sistematizar os processos, foram publicadas na edição desta quarta (14), no Diário Oficial da União.

Segundo a pasta, a mudança nos procedimentos ocorreu porque formados fora do país estavam levando até 3 anos para conseguir que seus pedidos fossem avaliados. A partir das novas regras, o prazo máximo para reconhecimento e validação do documento será de 180 dias. Para os bolsistas do programa Ciência sem Fronteiras, o tempo é menor: o limite será de 60 dias.

Para ajudar os interessados, o MEC criou um portal com informações sobre o processo: http://carolinabori.mec.gov.br/

A principal razão para que o processo seja encurtado é a flexibilização dos critérios de aceitação dos diplomas. De acordo com a coordenadora de avaliação internacional da Secretaria de Educação Superior (Sesu) do MEC, Elizabeth Balbachevsky, havia "uma tendência restrita, de comparação de disciplinas e medição de cargas horárias".

Segundo ela, eram procedimentos desatualizados. "O que acontece hoje, no Brasil, é uma situação completamente arcaica e anômala e não ajuda nada no avanço do conhecimento", disse.

Com as novas normas, o foco na avaliação dos diplomas deve ser relacionado "ao mérito e às condições acadêmicas do curso ou programa efetivamente cursado" e ao "desempenho global da instituição ofertante, levando em consideração diferenças existentes entre as formas de funcionamento dos sistemas educacionais, das instituições e dos cursos em países distintos", de acordo com a portaria publicada no Diário Oficial.


Quer estudar medicina no exterior ?
Consulte nosso site abaixo !


Equipe de Estudos em Rosario
Leandro Vieira e Michele Garcia 
Suporte Especializado a alunos no exterior. 
www.estudosemrosario.com

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Assessoria Novos contratos 2017

Sejam bem-Vindos a Estudos em Rosario


No ano de 2017 iremos atuar com um único plano de assessoria no valor de R$2.000 reais que incluirá nosso suporte para estudar em Rosario. As traduções e taxas migratórias serão pagas pelo contratante no ano em curso.


* Pacote de Intercambio Internacional  (R$2.000,00) , com pagamento através de nosso site Online ou via depósito em conta. 


Nosso suporte será exclusivo por e-mail  na fase inicial e será agendada uma conversa por áudio para conhecer nossa equipe que irá lhe recepcionar e cuidar de todo o processo. 


- Orientação para preparo de documentos.

- Convalidação de ensino Médio

- Reserva de matrícula 

- Acompanhamento no dia de matrícula 

- Informações sobre estudos prévios 

- Orientação sobre cursos de apoio para estrangeiros 

- Orientação de espanhol para estrangeiros 


Temos ampla experiência para oferecer total suporte a você estudante sozinho ou com sua família para realizar seu sonho de cursar medicina.


Conheça nossas informações e recomendações em nosso facebook e fique tranquilo ao encontrar pessoas idôneas para lhe oferecer suporte e orientação. 


Nosso facebook:

https://m.facebook.com/estudosemrosariomedicina/


e-mail : estudosemrosario@hotmail.com


WhatsApp: +5493415862518


- Ingresso em universidade pública sem vestibular para diversos cursos dentre eles Medicina 

- Custo de vida entre 1500 e 1800 reais mensais para moradia e alimentação.

- Cidade com Aeroporto Internacional com voos diretos a Rio e São Paulo com custos baixos.

- Possui universidades particulares para Medicina a uma média de 7.000 pesos mensais.

- Taxa cambiaría na casa dos 4,80 por cada real o que favorece ao aluno.

- Um país que tem uma inflação relativamente alta exige do aluno estar preparado para economizar e saber lidar muito bem com seus recursos.

- Familiares podem tirar dúvidas com nossa equipe antes de fechamento de contrato.

- Enviamos materiais de estudos exclusivos a nossos clientes para aprender conteúdos que cairão no primeiro ano.

- Se exige todos os anos que o aluno chegue no início de novembro para começar alguns trâmites e porque costuma iniciar o curso introdutório no dia 01/012 concluindo o mesmo até março. 

- As férias são de 10/07 a 22/07 em inverno e 20/12 a 05/02 no verão e o aluno tem inúmeras chances de aprovar seus exames após as férias quando pode estudar e render provas nos meses de fevereiro e março.

- Recomendamos o estudo de espanhol prévios para facilitar sua adaptação.

- A faculdade possui um ensino gratuito de acesso irrestrito à toda pessoa que deseja cursar medicina.

- Iremos lhe enviar nossa proposta por e-mail para análise e você pode contratar nossa empresa e começar a pagar de forma facilitar conforme nosso informativo. Garanta já seu pacote de Intercambio Internacional e comece com o pé direito.


Se deseja contratar uma equipe para lhe auxiliar valorizamos o seu tempo e temos certeza que podemos lhe atender.


Nosso facebook:

https://m.facebook.com/estudosemrosariomedicina/


Segue nosso informativo 

http://media.wix.com/ugd/c152e9_836679387ab944d0ad43a61b06368acd.pdf


Nosso vídeos para conhecer nosso trabalho 

https://youtu.be/AkPKU7eKdG8


e-mail : estudosemrosario@hotmail.com


WhatsApp: +5493415862518


Enviado do meu iPhone

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

MEC aprova regras na revalidação de diplomas estrangeiros no país


As novas regras estabelecem um prazo de seis meses para a universidade admitir ou não o documento

O Ministério da Educação homologou as novas regras para estudante com diploma de graduação, mestrado ou doutorado obtido no exterior de revalidar o diploma no país em uma universidade que tenha curso em sua área de formação.

As novas regras, definidas pelo Conselho Nacional de Educação, estabelecem um prazo de seis meses para a universidade admitir ou não o documento e prevê a abertura de processo administrativo contra a instituição que desrespeitar a norma. Hoje, não há punições e o período fixado é o mesmo, mas a resposta geralmente ultrapassa os 180 dias.

As normas de revalidação foram publicadas nesta quinta-feira (23) no "Diário Oficial da União". De acordo com o órgão, as medidas devem ser adotadas no prazo de 120 dias pelas universidades.


Os diplomas de graduação obtidos no exterior poderão ser revalidados por universidades públicas e admitidos em qualquer data. Contudo, o estudante não poderá solicitar a revalidação em mais de uma instituição concomitantemente. Caso o estudante não tenha o diploma revalidado, a instituição deve informar se houve aproveitamento parcial do curso, revalidando as disciplinas ou atividades julgadas suficientes. Assim, o estudante poderá solicitar aproveitamento de estudos em um processo futuro. 

Refugiados e migrantes que não estejam de posse da documentação exigida, segundo o órgão, poderão ser submetidos à prova de conhecimentos, conteúdos e habilidades relativos ao curso completo, como forma exclusiva de avaliação ao processo de revalidação. 

Os cursos de mestrado e doutorado no exterior somente serão revalidados por instituições brasileiras que estejam regularmente credenciadas e cujos cursos estejam reconhecidos e avaliados no Sistema Nacional de Pós-Graduação. Os procedimentos serão definidos pelo Capes (órgão que regula a pós-graduação). 

Como no processo de graduação, o estudante fica vetado de solicitar reconhecimento igual e concomitante para mais de uma universidade. Caso tenha o pedido de revalidação negação, o estudante terá direito a apenas uma nova solicitação em outra universidade. 

De acordo com a resolução, os diplomas de graduação, mestrado ou doutorado que já tenham sido submetidos ao processo de reconhecimento nos últimos dez anos terão tramitação simplificada, que deverá se ater ao exame de documentação comprobatória da diplomação, prescindindo de análise aprofundada ou processo de avaliação específico. A universidade terá 90 dias para concluir o processo. 

A norma também é válida para estudantes do programa Ciências Sem Fronteiras e para os estudantes que tenham recebido bolsas de estudo por agência governamental brasileira.

Fonte : http://www.gazetadopovo.com.br/educacao/mec-aprova-regras-na-revalidacao-de-diplomas-estrangeiros-no-pais-1d1vo9gt2ezowg4vzae2kpmmk

LEANDRO VIEIRA
Estudos em Rosario Intercambio Estudantil
Whatsapp +5493416049928
Suporte Skype seg a sexta 21 a 22horas / estudosemrosario

Novo Site

Novo Site
Clique na imagem acima para conhecer

Welcome

Analitics

Video